top of page

Hérnia umbilical no meu bebé - devo preocupar-me?


Uma das possíveis preocupações dos pais em consulta relaciona-se com o umbigo do bebé, nomeadamente quando os pais notam uma "massa" que sai para fora no umbigo do bebé. Às vezes notam a massa sempre, outras vezes mais quando o bebé chora.

Na realidade, o anel umbilical do bebé corresponde à zona por onde passavam os vasos que faziam a comunicação entre a mãe e o feto, e após o nascimento, à medida que os músculos da barriga se vão fortalecendo, este anel vai encerrando. Dependendo do tamanho do anel, e do ritmo com que ocorre este fortalecimento muscular, assim em alguns bebés o encerramento é mais cedo, e pelo contrário, em algumas crianças pode acontecer de forma espontânea até mais tarde, aos 5 anos.

A maioria dos bebés e crianças que têm a então chamada hérnia umbilical não têm qualquer sintoma por causa disso. E a razão porque por vezes apenas se nota quando o bebé chora, ou tosse, é porque são situações em que aumenta a pressão dentro da barriga, fazendo com que a hérnia saia pelo anel umbilical. As hérnias umbilicais também são diferentes de outras hérnias que acontecem no bebé, porque raramente trazem complicações, e esse é o motivo pelo qual neste tipo de situação a recomendação é aguardar, pois o mais frequente é o anel umbilical encerrar e a hérnia resolver por si.

Quando esta situação se mantém aos 4 anos de idade, ou nas raras situações em que há sintomas ou complicações, as crianças têm indicação para serem avaliadas pela cirurgia pediátrica. Isto não quer dizer automaticamente que precisem de cirurgia, mas precisa de ser corretamente avaliada essa necessidade.

Uma palavra final para uma prática que por vezes, por poder ser tradicional, os pais podem ouvir como sendo útil para ajudar a resolver esta situação. É a utilização de faixas para tentar "empurrar" a hérnia para dentro, e evitar a sua saída pelo anel. Este tipo de medidas não só não está indicado, como há a possibilidade de levar a lesões da pele, e a infeções naquela zona, não resultando em nenhum benefício.

Por isso, pais, uma palavra de tranquilidade quando é dito pelo profissional de saúde que segue o vosso bebé/criança que este tem uma hérnia umbilical, pois a probabilidade mais elevada é a de que tudo vai correr bem!




36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page