top of page

O papel vital do sono na infância – quais as necessidades na criança?


O sono é uma função biológica essencial, especialmente durante a infância, uma fase de crescimento rápido e desenvolvimento cerebral intenso. E foi realmente sobre sono, e as necessidades diárias deste, que vocês escolheram saber um pouco mais. E faz bastante sentido, se nos lembrarmos que acabámos de celebrar no passado dia 15 de março, o Dia Mundial do Sono. Assim, este artigo vai procurar esclarecer-vos, de maneira simples, mas cientificamente correta, qual a importância do sono na infância, abordando as recomendações oficiais por idade, a qualidade versus a quantidade de sono, a variabilidade individual, e a diferença entre sono diurno e noturno, incluindo a sesta. Parece-vos bem?

 

 

A importância do sono na infância

O sono não é apenas um período de descanso, mas um verdadeiro estado ativo que suporta o desenvolvimento neurológico, físico e emocional das crianças. Durante o sono, o cérebro trabalha intensamente para consolidar as aprendizagens, processar informação e recuperar das atividades diurnas. A falta de sono adequado pode afetar negativamente o humor, o comportamento, o desempenho escolar, e até a saúde física a longo prazo.

 

Recomendações de sono por idade

Segundo a National Sleep Foundation (https://www.thensf.org/), as necessidades de sono variam significativamente com a idade:


Recém-nascidos (0-3 meses): 14 a 17 horas por dia.

Bebés (4-11 meses): 12 a 15 horas por dia.

Crianças pequenas (1-2 anos): 11 a 14 horas por dia.

Pré-escolares (3-5 anos): 10 a 13 horas por dia.

Crianças em idade escolar (6-13 anos): 9 a 11 horas por dia.

Adolescentes (14-17 anos): 8 a 10 horas por dia.

 

Estas recomendações servem-nos como guia, mas é fundamental reconhecer a variabilidade individual. Reparem na figura que a amarelo-claro estão valores diferentes, que podem ser apropriados para algumas crianças e adolescentes. Isto é porque todos somos diferentes, e como tal, também as crianças podem precisar de mais ou menos sono do que o sugerido, dependendo de fatores genéticos, ambientais e de estilo de vida.

 

Qualidade versus quantidade de sono

Embora a quantidade de sono seja fundamental, a qualidade do sono é igualmente importante. Um sono de boa qualidade significa ciclos de sono completos, incluindo nas fases de sono profundo, essenciais para a regeneração e crescimento. Manter uma rotina de sono consistente, um ambiente de dormir tranquilo e confortável, e limitar a exposição à luz azul de dispositivos eletrónicos antes de dormir são práticas simples mas essenciais, que podem melhorar significativamente a qualidade do sono.

 

Sono diurno versus sono noturno


A estrutura do sono na infância inclui tanto o sono noturno quanto as sestas diurnas. As sestas são especialmente importantes para bebé e crianças pequenas, porque ajudam a complementar as necessidades totais de sono e a promover um desenvolvimento saudável. Com o crescimento, a necessidade de sestas diurnas diminui, mas pode continuar a ser benéfica para crianças, de uma forma variável, em idade pré-escolar.

 



A sesta e sua necessidade

A sesta oferece múltiplos benefícios, como melhorar o humor, o desempenho cognitivo e a atenção. A regularidade e duração das sestas devem ser ajustadas de acordo com a idade e as necessidades individuais, evitando sestas muito tardias que podem interferir no sono noturno. Podemos dizer que não é apenas a idade que deve condicionar a realização da sesta, mas a sua efetiva necessidade por parte da criança. Isto quer dizer que haverá crianças que aos 4 anos já não beneficiam de fazer a sesta, porque atingem o seu tempo total de sono durante a noite, e outras ainda precisarão. Podem consultar o vídeo que já fiz sobre este assunto, nesta mesma página, nos materiais “Sesta na criança: até que idade?”. Sobre este assunto, aconselho ainda a leitura do documento da Sociedade Portuguesa de Pediatria – Prática da sesta da criança nas creches e infantários, públicos ou privados, cujo link disponibilizo abaixo. Fornece indicações bastante claras e recomendações sobre esta temática.

 

Três Pontos Chave para Recordar

 

1 - Atender às recomendações de sono: use as recomendações de duração do sono por idade como um ponto de partida, mas ajuste conforme necessário para ir de acordo às necessidades individuais de cada criança.

2 - Valorize a qualidade do sono: estabeleça rotinas de sono consistentes e crie um ambiente de dormir propício para garantir um sono de qualidade.

3- Reforce a importância das sestas: entenda o papel fundamental das sestas no desenvolvimento infantil e ajuste a sua frequência e a duração à medida que a criança cresce.

 

O sono na infância é uma das principais bases do desenvolvimento saudável, merecendo toda a nossa atenção e cuidado. Garantir que as nossas crianças realizem o descanso adequado é um dos melhores investimentos para o seu bem-estar e futuro.

 

Referências:

312 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page